Projetos buscam reduzir o tabagismo no País

Notícias - Diversos - Segunda-feira, 30 de maio de 2005

Instituído em 1987 pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e comemorado desde 1988 em 31 de maio, o Dia Mundial sem Tabaco tem o objetivo de conscientizar as pessoas sobre os males do fumo.

O hábito é considerado pela OMS a principal causa de morte evitável em todo o planeta: são 4,9 milhões de mortes por ano, sendo 200 mil no Brasil.

O combate ao fumo tem na legislação uma importante aliada. A proibição de veicular propagandas de cigarro na mídia, de fumar em locais fechados de uso coletivo e de marcas de cigarro patrocinarem eventos esportivos e culturais são apenas alguns exemplos de iniciativas recentes que se inserem na luta contra o tabagismo. Atualmente, a Câmara analisa uma série de projetos de lei sobre o assunto.

Um dos projetos em análise, o PL 513/99, do ex-deputado Cunha Bueno, obriga as indústrias de cigarros a ressarcirem os hospitais públicos das despesas com o tratamento de pacientes portadores de doenças provocadas pelo fumo. A proposta, que aguarda votação na Comissão de Finanças e Tributação, lista algumas das doenças provocadas ou agravadas pelo uso de cigarros e outros derivados do tabaco. Entre elas, câncer de pulmão, enfisema pulmonar, derrame cerebral e bronquite crônica.

Outros três projetos - PL 708/99, PL 798/99 e PL 3129/00 - tramitam em conjunto (apensados) com o 513/99. São propostas que também prevêem o ressarcimento ao Estado dos gastos com pacientes portadores de doenças provocadas pelo fumo, com pequenas diferenças em relação ao original. O PL 798/99, do deputado Silas Câmara (PTB-AM), por exemplo, inclui uma indenização aos herdeiros em caso de morte do paciente.

Já o PL 3129/00, do ex-deputado Dr. Hélio, exige que 20% dos recursos arrecadados com o ressarcimento sejam destinados a instituições oficiais de pesquisa ou prevenção de doenças provocadas pelo consumo de tabaco e na recuperação de dependentes de drogas.

Uma proposta na mesma linha também está sendo analisada pela Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio. Trata-se do PL 3564/04. De acordo com o projeto, de autoria do deputado Bernardo Ariston (PMDB-RJ), cada fabricante de cigarro repassará ao SUS, em parcelas mensais, o correspondente a 2,5% do seu faturamento anual. O total do repasse, segundo a proposta, será calculado com base no ano anterior.

Matérias relacionadas

Agricultor pode ficar isento de IPI na compra de máquinas

Os produtores rurais enquadrados no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) poderão ficar isentos de pagar Imposto...

Projeto reduz taxa para registro de microempresa

As firmas individuais, micro e pequenas empresas poderão pagar até a metade do valor cobrado de outras sociedades empresariais para serviços...

Registro público de gravidez poderá ser obrigatório

O profissional de saúde ou o hospital que atender a uma gestante será responsável pela emissão obrigatória de um registro público da gravidez,...

Deputados debatem fim de publicidade de produtos infantis

A Comissão de Defesa do Consumidor define nesta tarde o cronograma para elaboração do parecer ao Projeto de Lei 5921/01, do deputado Luiz Carlos...

Comissão aprova atendimento prioritário em supermercados

A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio aprovou o Projeto de Lei 3756/04, do deputado Carlos Nader (PL-RJ), que prevê...

Projeto proíbe pesca comercial de marlin azul e branco

O Projeto de Lei 5241/05, do deputado Carlos Willian (PMDB-MG), proíbe a pesca comercial do marlin azul e do marlin branco – espécies marinhas...

Projeto prevê a inclusão de mensagem de prevenção em roupa íntima

A Comissão de Seguridade Social e Família aprovou ontem substitutivo do Senado ao Projeto de Lei 261/99, que torna obrigatória a inserção de...

Deputado defende proibição de animais em circos e rodeios

O relator do Código Nacional de Proteção aos Animais (Projeto de Lei 1647/03), deputado Sarney Filho (PV-MA), pretende proibir a exibição de...

Contas poderão ter informação sobre inexistência de débitos anteriores

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público aprovou Projeto de Lei 2350/03, que obriga as concessionárias de energia elétrica,...

Comissão aprova ressarcimento de tarifas a aposentados

A Comissão de Finanças e Tributação aprovou o Projeto de Lei 2620/03, do deputado Eduardo Paes (PSDB-RJ), que obriga o Instituto Nacional de...

Temas relacionados

Notícias

Diversos

Outras matérias

Todas as matérias organizadas por assunto


Central Jurídica

Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização.

Política de Privacidade