Agricultor pode ficar isento de IPI na compra de máquinas

Notícias - Direito Tributário - Segunda-feira, 30 de maio de 2005

Os produtores rurais enquadrados no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) poderão ficar isentos de pagar Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) na compra de máquinas e implementos agrícolas, nacionais ou importados.

É o que determina o Projeto de Lei 5070/05, apresentado pelo deputado Josias Quintal (PMDB-RJ).

Para ter direito à isenção, o agricultor estará proibido de vender os equipamentos comprados por um prazo de cinco anos. Quem não cumprir esse prazo deverá pagar o imposto acrescido de juros anuais de 12%, contados da data da aquisição que deu origem à isenção. O infrator, segundo a proposição, ainda será excluído de receber o benefício fiscal por dez anos.

Quintal considera o Pronaf um dos mais importantes, completos e bem sucedidos programas governamentais para os pequenos agricultores familiares. Segundo ele, a agricultura em pequena escala tem baixíssima rentabilidade e a carga tributária sobre o setor é alta demais. A menos que se tomem providências para corrigir as distorções nos impostos, todos os avanços alcançados até agora podem perder-se, avalia.

Para comprovar o enquadramento no programa, o produtor rural deverá apresentar certificado emitido pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) ou por sindicato rural.

Pode ser apresentada cópia do contrato de financiamento celebrado com agente financeiro, com recursos do Pronaf. O contrato não pode ter data anterior a três anos da data da fatura correspondente à aquisição do equipamento.

O projeto tramita em caráter conclusivo, em conjunto com o PL 4174/04, do deputado Carlos Nader (PL-RJ), que determina o custeio de máquinas agrícolas ao pequeno produtor rural familiar pelo Poder Executivo. As propostas estão na Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, sob a relatoria do deputado Anselmo (PT-RO). Depois, seguirão para as comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Matérias relacionadas

Projeto reduz taxa para registro de microempresa

As firmas individuais, micro e pequenas empresas poderão pagar até a metade do valor cobrado de outras sociedades empresariais para serviços...

Registro público de gravidez poderá ser obrigatório

O profissional de saúde ou o hospital que atender a uma gestante será responsável pela emissão obrigatória de um registro público da gravidez,...

Deputados debatem fim de publicidade de produtos infantis

A Comissão de Defesa do Consumidor define nesta tarde o cronograma para elaboração do parecer ao Projeto de Lei 5921/01, do deputado Luiz Carlos...

Comissão aprova atendimento prioritário em supermercados

A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio aprovou o Projeto de Lei 3756/04, do deputado Carlos Nader (PL-RJ), que prevê...

Projeto proíbe pesca comercial de marlin azul e branco

O Projeto de Lei 5241/05, do deputado Carlos Willian (PMDB-MG), proíbe a pesca comercial do marlin azul e do marlin branco – espécies marinhas...

Projeto prevê a inclusão de mensagem de prevenção em roupa íntima

A Comissão de Seguridade Social e Família aprovou ontem substitutivo do Senado ao Projeto de Lei 261/99, que torna obrigatória a inserção de...

Deputado defende proibição de animais em circos e rodeios

O relator do Código Nacional de Proteção aos Animais (Projeto de Lei 1647/03), deputado Sarney Filho (PV-MA), pretende proibir a exibição de...

Contas poderão ter informação sobre inexistência de débitos anteriores

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público aprovou Projeto de Lei 2350/03, que obriga as concessionárias de energia elétrica,...

Comissão aprova ressarcimento de tarifas a aposentados

A Comissão de Finanças e Tributação aprovou o Projeto de Lei 2620/03, do deputado Eduardo Paes (PSDB-RJ), que obriga o Instituto Nacional de...

Claro promete incluir número do Procon em contas

O presidente da operadora de telefonia Claro, Luis Cosio, comprometeu-se a disponibilizar nas contas enviadas aos usuários os números de telefone...

Temas relacionados

Notícias

Direito Tributário

Outras matérias

Todas as matérias organizadas por assunto


Central Jurídica

Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização.

Política de Privacidade