Tribunal de Justiça de Minas Gerais autoriza corte de energia

Julgados - Direito Civil - Quarta-feira, 21 de setembro de 2005

A violação do medidor de energia elétrica é crime, e o consumidor, se não conseguir comprovar o autor da violação, deverá pagar a energia consumida e não faturada. Com esse entendimento, a Sétima Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais negou provimento ao mandado de segurança movido pela empresa Comercial Moinho de Vento Ltda, da comarca de Uberaba, com o objetivo de evitar que a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) efetue corte de fornecimento de energia, diante do não pagamento de débito.

A empresa sustentou que contratou mão-de-obra terceirizada para efetuar reparos na parte elétrica de sua estrutura comercial. No dia 16/04/04, empregados da Cemig realizaram vistoria nas instalações e constataram a violação no medidor de energia. Após a ocorrência, a Comercial Moinho de Vento recebeu aviso de débito no valor de R$ 9.195,00, relativo ao período em que foi constatada a fraude.

Após recusa da empresa em pagar o débito, a Cemig informou que realizaria o corte no fornecimento de energia até a regularização da situação. Segundo a Cemig, nesse caso a legislação brasileira permite a suspensão do fornecimento de energia.

Os desembargadores constataram que ficou comprovada a violação do medidor de energia. Para eles, sendo crime a violação do medidor de energia, a única forma de a empresa demonstrar sua boa-fé seria apontando quem teria sido o autor da violação, o que, no entanto, não foi feito. Segundo o relator do processo, desembargador Wander Marotta, tendo sido constatados os valores não registrados, consumidos e não pagos, está a Cemig autorizada a cortar o fornecimento do serviço.

Matérias relacionadas

Reportagem investigativa considerada legal pela justiça

Uma reportagem investigativa veiculada em televisão, que se limitou a noticiar um fato verdadeiro, não é conduta ilícita e, assim, não deve...

Administradora de cartão de crédito indeniza policial

Um policial militar da cidade de Carandaí será indenizado, por danos morais, no valor de R$6.000,00, por uma administradora de cartão de crédito....

Negligência gera indenização de R$ 100 mil a bancária com câncer

Provoca dano moral o empregador que negligencia o encaminhamento do pedido de benefício ao INSS, em favor de empregado afastado para tratamento de...

Doença relacionada ao tabagismo confere indenização a fumante

A indústria Souza Cruz deve indenizar fumante, que contraiu Tromboangeíte Obliterante (Doença de Buerguer), relacionada diretamente ao tabagismo....

Blindagem de viaturas policiais é aprovada em comissão

A Comissão de Segurança Pública aprovou o Projeto de Lei 3402/04, do deputado Carlos Nader (PL-RJ), que determina a instalação de sistema de...

Ex-companheira não tem direito à indenização por serviços domésticos

Tratando-se de união estável, cabe à mulher que viveu um ano com o companheiro no final da vida o direito à moradia e à pensão pela mútua...

Tribunal deve reapreciar indenização de R$ 4 mi por bloqueio de cartão

O Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJCE) terá que renovar o julgamento de recurso do Banco do Brasil (BB) contra sentença que o condenou,...

Ação penal por sonegação só é possível após processo administrativo

A Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) deu provimento ao recurso de R. de C. C. para trancar a ação penal contra ela por crime de...

Assegurada substituição processual ampla a sindicato

Em decisão unânime, a Primeira Turma do Tribunal Superior do Trabalho confirmou o direito do sindicato atuar como substituto processual da...

Garantida execução judicial de termo de ajuste e conduta

O termo de ajuste e conduta firmado entre o Ministério Público do Trabalho (MPT) e a empresa, a fim de assegurar a observância da lei trabalhista,...

Temas relacionados

Julgados

Direito Civil

Outras matérias

Todas as matérias organizadas por assunto


Central Jurídica

Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização.

Política de Privacidade